como-clarear-os-dentes-e-ficar-com-um-sorriso-lindo-2Pesquisa mostra que má higiene bucal pode gerar ameaças ao coração. Essa relação é pesquisada há mais de 20 anos, mas só agora foi possível medir os efeitos da escovação diária. Um estudo populacional feito na Escócia mostrou uma forte associação entre a pouca frequência da escovação e o aparecimento de doenças cardiovasculares. As pessoas que escovavam os dentes menos de duas vezes por dia apresentaram 70% mais chances de sofrer infarto do miocárdio. A análise foi baseada na quantidade de visitas ao dentista, no número de escovações por dia, em detalhes sobre pressão arterial e o histórico de doenças cardíacas nas famílias..

A relação entre o aparecimento de doenças cardiovasculares com a má escovação pode ser explicada pelo fato de que pessoas que escovam os dentes com menos frequência apresentam mais inflamação gengival, devido ao acúmulo de placa bacteriana, e, consequentemente, o desenvolvimento de doenca periodontal, a qual muitas vezes não é tratada e contribui então, para um aumento da inflamação sistêmica e afeta a condição cardiovascular.

Com isso, temos que pensar que se ocorrer algo na boca, possivelmente isso não ficará só lá, então devemos nos preocupar mais com a cavidade oral, não esquecendo, é claro, que o fumo, o estresse, a genética, e obesidade também podem contribuir de alguma forma.